cheap football kits cheap football shirts cheap football tops cheap football kits cheap football shirts cheap football tops cheap football kits cheap football shirts cheap football tops cheap football kits cheap football shirts cheap football tops cheap football kits cheap football shirts cheap football tops

Com a Palavra - Alunos

14/08/2014

Depressão

A depressão é um distúrbio emocional, doença psiquiátrica crônica que afeta pessoas de todas as idades, podendo causar inúmeros sintomas psicológios e fisícos, estado de abatimento e infelicidade. A palavra depressão provém do

Aluno: Martiéli do Nascimento Série/turma: 2ª/202

Aluno: Martiéli do Nascimento
Série/turma: 2ª/202

termo latim depressus, que significa “abatido” ou “aterrado”. A depressão é duas vezes mais comum em mulheres que homens e é mais comum em adultos jovens do que em idosos.
Os sintomas são: humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia, desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas, diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis, desinteresse, falta de motivação e apatia, sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desespero,  desamparo e vazio, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, etc.
Para a medicina e psicologia, a depressão é uma síndrome ou conjunto de sintomas que afetam principalmente a área afetiva/emocional de uma pessoa. Os sintomas podem causar uma diminuição no rendimento profissional e limitação na vida social.
Embora possa ser ocasionada por múltiplos fatores, na maioria das vezes costuma surgir com sinais de stress e certos acontecimentos como: uma desilusão amorosa, a vivência de um acidente ou de uma tragédia, consumo de determinadas substâncias como álcool ou outras substâncias tóxicas também pode resultar em uma depressão.
Essa doença pode ser classificada de acordo com a causa, com a presença ou não de um componente genético, são elas:
Primária: quando não tem uma causa detectável ou Secundária: atribuível a doenças físicas ou a medicamentos;
Genética: de acordo com o padrão de aparecimento de uma mesma família;
Unipolar: quando não há ocorrência de episódios de mania ou Bipolar : quando ocorrerem sintomas intercalados ou concomitantes de mania;
Leve ou Grave: de acordo com a gravidade dos sintomas e o grau de comprometimento funcional;
Moderada: a tristeza e “baixo-astral” são persistentes, a vítima apresenta sintomas físicos da doença;
Grave: não há alternância de períodos de doença, os sintomas psicológicos são mais intensos e prolongados, delírios, impede as atividades normais e dificulta os relacionamentos;
Relativa: ocorre quando acontecimentos altamente estressantes atingem a pessoa e ela não consegue reagir adequadamente;
Psicótica: é bem mais grave e os sintomas podem incluir delírios e alucinações e até perda do contato com a realidade.
Neurótica: é semelhante a leve, alternando períodos de “baixo-astral” com períodos de “alto astral’, o qual pode ocorrer até em um mesmo dia. A tendência é a pessoa sentir-se pior a noite, sofrendo de insônia ou dormindo exageradamente;
Mascarada: as pessoas negam que estejam se sentindo deprimidas;
Orgânica: é causada por alguma doença física ou por medicamentos;
Transtorno afetivo sazonal: surge no período de inverno, as pessoas que sofrem desse transtorno sentem uma vontade irresistível de comer chocolate e carboidratos, além da vontade de dormir o inverno todo. Esse tipo de depressão desaparece quando o inverno termina e o sol volta a brilhar;
Melancólica ou endógma: forma grave, com acentuado retardo ou agitação psicomotora; anedomia, humor não reativo a estímulos agradáveis, sintomas piores pela manhã;
Atípica: A pessoa consegue se alegrar com estímulos agradáveis, ao invés de insônia e falta de apetite, a pessoa tem hipersonia e aumento de apetite, ansiedade acentuada, queixas fóbicas.
Não deve-se confundir depressão com tristeza e melancolia. Tristeza é um fenômeno de causas externas, a morte de uma pessoa querida, o fim de um namoro, etc. Mesmo que a tristeza aconteça em consequência de um fato, isso não significa que ela irá passar mais rápido do que uma depressão, por exemplo. Ao tentar entender a situação pela qual passa, a pessoa triste não se afasta do resto do mundo. Muitas vezes pede ajuda para superar o ocorrido, porém é completamente normal o indivíduo passar por alguns dias ou semanas tristes após situações de perda e isto não é depressão. Para ser depressão o quadro de tristeza tem que ser prolongado e anormal. Ao contrário da tristeza, a depressão é um fenômeno interno, os deprimidos se distanciam das pessoas queridas, nem sempre apresentam para a família e amigos aquele clássico comportamento de tristeza. A depressão pode ser mais sutil. A tristeza sempre ocorre devido a um acontecimento ou abalo, a depressão nem sempre. Para a psicanálise, a melancolia é, dos três, o estágio mais grave. Melancólicos têm uma sensação de vazio que é muito mais grave do que quando se está deprimido. “ Na melancolia o pensamento é absoluto: ou é ótimo, ou não é nada. É maniqueísta. Não existe meio termo. O melancólico tem uma estrutura psíquica diferente”. A partir do livro “Luto e Melancolia” Freud afirma, “Os traços mentais distintivos da melancolia são um desânimo profundamente penoso, cessação de interesse pelo mundo externo, a perda da capacidade de amar, a inibição de toda e qualquer atividade e uma diminuição dos sentimentos de auto-estima”
O tratamento da depressão é essencialmente medicamentoso. Existem mais de 30 antidepressivos disponíveis, é bom salientar que ao contrário do que alguns temem, essas medicações não são como drogas, que deixam a pessoa eufórica e provocam vicío. A terapia é simples e, de modo geral, não incapacita ou entorpece o paciente. Alguns pacientes precisam de tratamento de manutenção ou preventivo, que pode levar anos ou a vida inteira. O médico ajuda o paciente, mas não previne novos episódios, nem cura da depressão. Mudanças no estilo de vida deverão ser debatidas com cada paciente, objetivando uma melhor qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cheap football shirts cheap football kits cheap football shirts cheap football kit cheap football shirts cheap football kit cheap football shirts cheap football kit cheap football shirts cheap football kit cheap football shirts cheap football kit